A Pirâmide Vermelha - Rick Riordan

janeiro 23, 2012 3 comentários
Finalmente uma resenha!! haha
Tava faltando isso aqui no blog, não?Não sei como consegui abandonar tanto meu cantinho tão querido. :/

Mas enfim, hora de resenhar!


Título: A Pirâmide Vermelha
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
ISPN: 978-85-98078-97-7
Preço: R$39,90

Carter é um garoto que nunca foi à escola, viaja com o pai pelo mundo e tudo que aprendeu foi com ele. Sadie, sua irmã, mora com os avós na Inglaterra e só vê Carter e seu pai uma vez ao ano. 
Em uma dessas visitas, Julius  (pai deles) os leva ao British Museum, explode a Pedra de Roseta e libera deuses egípcios (uau!). Dentre esses deuses saem Hórus, Ísis (que se hospedam em Carter e Sadie) e Set, deus do deserto e do mal que quer acabar com a Terra (ah, sério?).
Entre avatares de falcão, uma deusa gata, um deus lindo de morrer (é Anúbis gente, não resisti em contar) e morcegos de fruta, Carter e Sadie terão de impedir Set de completar seu plano e assim salvar a humanidade. 
Será que eles conseguirão dominar os deuses dentro deles? Será que eles alcançarão o equilíbrio entre deuses e humanos? Será que destruirão Set? Leia o livro e descubra! (trololol)




Então, para aqueles que leram a série Os Olimpianos do autor........troque os personagens principais e coloque uma história de deuses egipcios ao invés de gregos e ambiente tudo isso no primeiro livro do Percy. TCHA-RAN, temos A Pirâmide Vermelha!

Ok, ok. Exagerei, mas sinceramente, Rick Riordan usou a mesma linha da série Os Olimpianos, e como vai ter continuação, tenho o palpite que vai continuar na mesma linha.
Temos a novidade que é a história ser contada tanto por Carter, quanto por Sadie. E é como se ela fosse falada, eles gravaram uma fita e o autor a achou por acaso (oooh!). Não sei se gosto mais do Carter ou a Sadie falando, o Carter é mais sério na narração, mas é fofinho, já a Sadie me faz rir um bocado, mas é muito metida e chatinha também. haha Fala sério, a garota tem 12 anos e se acha demais. u_u

Acho legal também as -paradas- na narração pra um encher o outro, ou coisa do gênero. Acho uma graça.

Gostei muito do livro, como sempre, Riordan nos ensina muito sobre a cultura dos povos antigos e é tudo baseado em histórias reais da antiguidade. Acho a cultura egípcia algo muito místico, com toda aquela coisa de deuses com cabeça de águia/chacal/etc, e todos os métodos, hieróglifos e papiros que o povo egípcio usava. Riordan esclareceu muita coisa e me fez aprender a falar umas coisas em egípcio (yey) e também nomes de vários deuses! haha

Enfim, comprei, adorei e recomendo muito! Apesar da semelhança com Percy, continua sendo ótimo!
Agora, esperando ansiosamente para ler a continuação! :3


Beijos,

Once Upon a Time

janeiro 20, 2012 2 comentários
Olá pessoal! Desculpem sumir ~de novo~! É que eu gostaria muito de trazer resenhas pra vocês já que, bem, esse foi o propósito inicial de eu ter criado o blog, mas eu não terminei nenhum livro ainda (isso que dá ler vários livros ao mesmo tempo) e comecei a fazer um curso de inglês, então.....acho que eu nunca vou estar livre. haha

E pra relaxar eu assisto Once Upon a Time! A série estava de 'férias' e voltou apenas essa semana, eu já estava tendo um treco de tanta ansiedade!
Não sei se vocês sabem, mas eu amo os desenhos da Disney (os clássicos) e sou apaixonada pelas princesas criançonaa. E essa série é basicamente sobre contos de fada. Claro que, de um modo bem diferente do que pensei que fosse antes de eu começar a vê-la.

Saiba mais sobre a série aqui: IMDB

Então, é assim: Emma é uma mulher solitária e está passando seu aniversário de 28 anos sozinha, mas de repente seu filho Henry - que ela havia doado fazia 10 anos - aparece em seu apartamento. Emma fica abalada e tudo o mais, mas  leva Henry de volta a sua casa, que é em StoryBrooke (nome tão suspeito). 


De repente começa uns flashes da história da Branca de Neve (seria o Henry contando), todos conhecem essa história, certo? Logo no começo o príncipe dá o beijo do amor verdadeiro e ela acorda e...ei, mas como assim isso acontece bem no começo? não deveria ser no final? Pois é, não.  A série tem muitos flashes durante os episódios, e ela não se trata totalmente sobre a história do Encantado (ele tem nome agora e é James) e da Branca de Neve. 


Enfim, assim eles se casam e aí que tudo começa a desandar. Aparece a madrasta/rainha/bruxa malvada (oh wait! Mas ela não deveria estar morta? ahmm, não está) e lança uma maldição em todo o reino. 
Mas toda maldição tem uma solução! O traiçoeiro Rumplestiltskin diz que pela maldição todos seriam mandados, digamos, para uma nova dimensão onde esqueceriam de tudo e de todos. A solução seria a criança que a Branca de Neve está esperando, que quando completasse seu 28º aniversário a batalha final começaria. Assim que nasceu, ela (que foi chamada de Emma) foi colocada em um tronco de uma árvore mágica e assim não foi atingida pela maldição (o que não adiantou de nada, já que ela era um bebê que tinha acabado de nascer e não sabia de nada LOL).

Assim Emma chega com Henry à cidade e vai entregá-lo a mãe adotiva que por acaso, tchan tchan....é a Rainha Má! Cada pessoa na cidade é um personagem de contos de fada! Branca de Neve é uma professora chamada Mary Margaret, enquando James está em coma num hospital (o_o). Com o rolar dos episódios ficamos sabendo quem é quem, fora os que já sabemos de cara. haha


Diante das circunstâncias de a 'Rainha Má' vulgo Prefeita ser uma pessoa odiável e ao achar que seu filho tem problemas psicológicos (tadinho!),  Emma decide ficar na cidade por uns tempos.


MEU DEUS, EU DEVO TER ENROLADO TUDO. ME DESCULPEM!

Mas dei um resumo do primeiro episódio. haha

A história é muito boa e os personagens também. Acho o Henry uma fofura, quero um filho assim. :3
As roupas (quando estão nas partes dos contos de fada) são lindas, fico babando pelos vestidos. OMG

Até agora saíram 9 episódios, então tá bem fácil de vocês conseguirem acompanhar. Eu indico essa série a todos e principalmente vocês, que são bookaholics, não vão perder um livro em formato de série de TV não é? :)


É isso pessoal, espero ter ajudado mais que enrolado. haha


Beijos, Mari.
 
Desenvolvido por Michelly Melo.