O Hobbit: Uma Viagem Inesperada

dezembro 14, 2012 9 comentários
Ok! Eu vi O Hobbit na pré estreia e o que posso dizer sobre como eu estava me sentindo antes de ver o filme é isso aqui:




Mas tirando as brincadeirinhas de lado (apesar de que eu realmente estava ansiosa daquele jeito LOL), é muito legal ir na pré estreia de um filme/franquia que você ama. Você vê pessoas fantasiadas, pessoas com camisetas (tinha gente que tava pensando que ia ver Star Wars né, porque olha, uma cambada com camiseta de SW), fangirls/fanboys, gente tirando foto com o toten (tipo eu ehe), shopping vazio demais (creepy) e claro, vê o filme antes da grande maioria.

Acho que o mais emocionante da noite, tirando o fato do próprio filme, foi que a energia caiu na metade da exibição. Isso foi muito engraçado, sério. Pessoal começou a bater palma, berrar, etc. Daí ok, colocaram o filme pra rodar de novo, e colocaram uns 5 minutos antes da parte que tava. Quando finalmente chega  na parte onde paramos, GUESS WHAT o filme trava! Eu comecei a berrar ~enganeeeei voooocês~ (tiririca, não entendeu? veja aqui). Acabamos vendo uma parte do filme 3 vezes, ainda por cima uma parte sem gracinha.  Meh.

Nunca saberei o nome dos anões e ao centro: Bilbo - Martin Freeman


Enfim, falando do filme e não do que aconteceu, o filme é ÓTIMO. Infelizmente não li o livro pra comparar, mas posso comparar com Senhor dos Anéis e não, não é tão bom quanto. Mas isso era de se esperar.
O filme é bem detalhado, acho que foi a maneira que conseguiram fazer com que um livro tão "pequeno" ganhasse 3 filmes, né?

As atuações são maravilhosas, tava morrendo de saudade do Ian McKellen como Gandalf.
Richard Armitage (Thorin) estava demaaais, daí lembro dele em North and South como um lorde britânico e aqui ele está ele como um anão, que mudança. LOL
Martin Freeman é mesmo made of kittens né, ele tava perfeito como Bilbo, pra falar a verdade todas as interpretações estavam maravilhosas. :')
Smeagol, seu lindo, também tava morrendo de saudades suas!
E um parabéns especial para Lee Pace que interpretou o Rei dos Elfos Thranduil. <3 nbsp="nbsp" p="p">

Thorin Oakenshield - Richard Armitage


Esse filme teve bastante partes engraçadinhas, creio que seja bem menos tenso e denso quanto Senhor dos Anéis, por isso teve um humor mais aparente.
Agora, tirando a parte da história e indo pra parte técnica, achei super estranho. Teve gente que disse que era pela qualidade da gravação ser muito boa, mas sei lá, eu achei a filmagem muito parecida com documentário do National Geographic. Não sei explicar, mas aos que forem ver o filme falem comigo depois pra dicutirmos isso, pfvr. Depois de um tempo me acostumei, mas depois falando com meus amigos, alguns deles também acharam estranha a filmagem. ATUALIZADO: Caraca, fazendo pesquisas descobri que nossa sala é uma das duas do Cine System no Brasil que tem sistema High Frame Rate (e fui muito sortuda mesmo porque tinha 2 salas no shopping exibindo a pré estreia e apenas a nossa tem esse sistema!), normalmente os filmes são filmados a 24 quadros (frames) por segundo, já essa nova tecnologia filma a 48 quadros por segundo! É quase como se abrisse um buraco na parede do cinema e você assistisse o que está acontecendo na "vida real". Agora entendi porque achei estranho. LOL

No mais, fiquei super ansiosa para o próximo filme, deu de ter boas lembranças da época de Senhor dos Anéis (gay), zoar bastante pela queda de energia e descobrir que anões também podem ser ~hot~. LOL








É isso aí, deixo vocês com um bônus:



Beijos, Mari.



Starters - Lissa Price

dezembro 11, 2012 2 comentários


Autores: Lissa Price
Titulo: Starters
ISBN: 9788581630144
Selo: NOVO CONCEITO
Ano: 2012
Número de páginas: 368





Seu mundo mudou para sempre.

Callie perdeu os pais quando a Guerra dos Esporos varreu todas as pessoas entre 20 e 60 anos. Ela e seu irmão mais novo, Tyler, estão se virando, vivendo como desabrigados com seu amigo Michael e lutando contra rebeldes que os matariam por uma bolacha.
A única esperança de Callie é Prime Destinations, um lugar perturbado em Berverly Hills que abriga uma misteriosa figura conhecida como o Velho. Ele aluga adolescentes para alugar seus corpos aos Terminais — idosos que desejam ser jovens novamente. Callie, desesperada pelo dinheiro que os ajudará a sobreviver concorda em ser uma doadora. Mas o neurochip que colocam em Callie está com defeito e ela acorda na vida de sua locadora, morando em uma mansão, dirigindo seus carros e saindo com o neto de um senador.
Parece quase um conto de fadas, até Callie descobrir que sua locatária pretende fazer mais do que se divertir — e que os planos de Prime Destinations são tão diabólicos que Callie nunca podia ter imaginado...



Olá pessoal, o Papers andava meio mortinho, não que ele estivesse super atualizado, mas estava pior que de costume. LOL
Infelizmente final de ano é uma correria e eu estava com projetos no meu site e ainda tinha o final de semestre na faculdade, então eu sumi mesmo.
Mas não parei de ler, pelo menos isso né. E nesse meio tempo terminei 3 livros e hoje trago a resenha de um deles: STARTERS.

Lembro que comecei a lê-lo na padaria do meu tio, tava trabalhando de caixa pra ele nesse dia e alguém perguntou do que se tratava o livro. Lá vai eu explicar que era um livro que se tratava de aluguel de corpos de adolescentes para pessoas idosas. O cliente deu um sorrisinho amarelo e saiu rapidinho da padaria. LOL


Devo dizer que comecei bem devagar, achei vago e meio forçado no inicio, pra começar a história começa do nada, sem nenhuma explicação de data, o que aconteceu pra tudo estar uma bagunça e a autora quis fazer um livro todo futurístico~  (não que não seja, mas enfim) daí inventou um monte de nome pras coisas, por exemplo mudar o nome das sms pra zing (pra que? Isso é tão tosco. LOL).
Além de que  -voltando à parte de eu ter achado vago- tem muito mistério pra pouca coisa (wtf is Guerra dos Esporos?). Digo, tem livro que você fica cada vez com mais vontade de ler porque você quer descobrir o que vai acontecer no capítulo seguinte e seguinte e seguinte. Esse, apesar de estar CHEIO de pontas soltas que serão reveladas só mais pra frente, não me dava muita vontade de descobrir.

Mas quando cheguei pouco depois da metade do livro (finalmente, mds) as coisas começaram a andar mais depressa. Finalmente a autora fez um suspense pra algo que eu realmente queria descobrir, além do mais o livro realmente começou a melhorar, acho que a autora tava com uma gripe sl, quando começou a escrever o livro, porque olha, a mudança foi grande (pelo menos pra mim). Talvez eu já tivesse me acostumado com aqueles termos toscos como zing. LOL  Mas o caso é que terminei de ler o livro e estou realmente ansiosa pela continuação! Vamos lá Novo Conceito, traga logo a continuação de Starters. :3

Os personagens são intermediários, a autora não se aprofunda em nenhum, até mesmo Callie, a principal é pouco explorada. Espero que melhorem isso no decorrer da história.

“Designermente” falando, não curti a capa. Sei que o intuito é mostrar que as coisas são mais ~artificiais~, mas PQP hen, chaparam a garota, estouraram o brilho da capa, dá até dor nos olhos se colocar no sol. (E pelo que vi a capa do segundo livro não é nada bonita também) :x 

Enfim, espero que leiam e mesmo que pareça chatinho no inicio, deem uma chance, garanto que melhora. :3


Beijos, Mari.


 
Desenvolvido por Michelly Melo.