A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra + Sorteio!

abril 25, 2014 7 comentários
Olá galera, olha que coisa mais linda e maravilhosaaaaam, voltei com uma resenha lindja pra vocês e de quebra um sorteio +qd+, já que gosto muito de vocês. Sou um amor.


Enfim, vamos ao que interessa, a resenha (eu sei que o que interessa pra vocês é o sorteio, mas poxa, lê a resenha e vê se você curte o livro).

Assim que me deparei com a capa desse livro, achei que seria uma história muuuuuito legal e de alguma maneira, meio fantástica. Aos que pensaram da mesma forma que eu, devo dizer que não é bem assim.









A recessão econômica obriga Clay Jannon, um web-designer desempregado, a aceitar trabalho em uma livraria 24 horas. A livraria do Mr. Penumbra — um homenzinho estranho com cara de gnomo. 

Tão singular quanto seu proprietário é a livraria onde só um pequeno grupo de clientes aparece. E sempre que aparece é para se enfurnar, junto do proprietário, nos cantos mais obscuros da loja, e apreciar um misterioso conjunto de livros a que Clay Jannon foi proibido de ler. 

Mas Jannon é curioso...




Ok, first thing: não costumo ler sinopses de livros que me pegam pela capa (na verdade de quase nenhum livro). Eu gosto da surpresa e algumas vezes, tem spoiler nas sinopses, daí complica né?
Segundo ponto: O livro não era "fantástico", não trazia fantasia ou coisas sobrenaturais, na verdade trouxe algo que é legal de se refletir.


Como vocês leram na sinopse (leram, né?), Jannon é um designer (uhu) e acaba trabalhando numa livraria beeem antiga, quase parada no tempo. Pois bem, esse é apenas um dos paralelos do livro que mostra a diferença entre o antigo, o conservador, o obsoleto e a tecnologia, a inovação e o avanço. O autor infelizmente não conseguiu me ganhar pelos personagens (alguns eu mal lembrava o nome, até mesmo o Clay LOL) e achei as relações de alguns um pouco desnecessária, porém o que ele fez foi algo que é pra nos fazer pensar e acima de tudo levar adiante: a conciliação. A conciliação do antigo e da inovação, do conservador e do avanço, do obsoleto e da tecnologia.


"-Acho que amo livros porque eles são silenciosos e eu posso leva-los ao parque. – Ela aperta os olhos. – Ele ficou me observando sem dizer uma palavra. Então, eu falei: “Bem, na realidade eu adoro livros porque eles são meus melhores amigos”. E ele sorriu. E ele tem um sorriso lindo. Aí ele foi, pegou aquela escada e subiu mais alto do que eu já o havia visto subir."


Através de um livro que conta a história de uma irmandade e de um segredo (que no fim é desvendado ehe) ele mostra que ao mesmo tempo que estamos lendo um livro de 1890, nós também podemos usar um notebook e fazer uma estante virtual pra classificar esse e outros livros, ou o que quer que seja. Claro que alguns outros pontos foram abordados pelo autor, tal como a imortalidade das palavras quando publicadas em livro, mas nada me chamou tanto a atenção quanto ao fato de que, por exemplo, livros e e-books não precisam ser "inimigos", mas sim ferramentas usadas por qualquer leitor.



Enfim, o livro em si, se for considerar uma história super envolvente, não conseguiu me pegar. Mas a reflexão que ele traz faz ele valer a pena. :)



"Neel respira fundo e eu sei exatamente o que aquilo significa. Significa: Esperei minha vida inteira para entrar por uma passagem secreta escondida atrás de estantes."

SORTEIO


AGORA eu sei EU SEI que vocês pularam direto pra essa parte né seus safados tá na hora mais esperada do post, o SORTEIO!

Então pessoal, o negócio é SIMPLES! Sigam os passinhos abaixo que são oh, mamão com açúcar e daí vocês já estão dentro da promoção. Legal, né?

1º Residir no Brasil
2º Curtir a Página do Papers Blood e da Novo Conceito no Facebook
3º Curtir, comentar o nome de um amigo seu e Compartilhar em modo PÚBLICO a imagem desse post. (Caso você seja menor de idade, compartilhe com os amigos e mande um print para as mensagens da página do blog no facebook)
4º Clicar aqui e depois em Quero Participar

Prontcheeeenho! Tá dentro!

Você pode participar até dia 25/05/14 e logo já faço o sorteio. Cruzem os dedinhos e boa sorte!


Beijos,




Sendo criança na Páscoa

abril 17, 2014 4 comentários
Sabemos que o verdadeiro significado (cristão) da Páscoa é a Ressurreição de Jesus Cristo e que ovos de páscoa são jogadas de marketing para que grandes empresas lucrem absurdamente com a venda dessas belezinhas.

Os preços estão cada vez mais absurdos, eu sei, mas eu não consigo deixar de desejá-los, por motivo de: BRINDES!!!!!!!!

Sim, eu sei, o foco são as criancinhas tipo eu, que vão ficar esperneando loucamente para que as mamães e os papais comprem um ovo que venha com uma bonequinha, uma beyblade, um relógio do Ben 10 ou o que quer que seja. E eu sou uma delas.

O que eu posso fazer se alguns são incríveis/fofos/meigos/lindos e se eu adoro princesas disney, heróis, desenhos, etc???

Ano passado eu ganhei o do homem-aranha e ele vinha com um copo em que os olhos do aranha brilham no escuro! *-* a cara da criança
Esse aqui:



Esse ano eu ganhei um da ARIEL (!!!!!!!!!), que é minha princess favorita. Quase morri do coração! SHAUSHAUHSUAHSAU 
O brinde é beautiful! A Ariel vem com uma roupinha de princesa encaixável, te deixando com duas opções! Olha só:



 Ganhei também um do Monstros S.A. e o brinde é um copo biiiuri! sim, amo copos também




O meu:
 #Sulley



É, gente, é isso mesmo. Adoro esses brindes, enlouqueço, fazer o quê!?
Deixo aqui outros pra vocês acharem fofitos, assim como eu:  ou não huashue










Tem esse que vem com uma luminária linda e um que vem com uma correntinha do pequeno príncipe. <3

Bom, é isso. Assumi pra vocês o meu lado criança. Não me julguem. huahuehuas


Bjsdeluz, Thaís :*


Rio 2

abril 15, 2014 2 comentários


Ouulááá! No dia após a estreia de Rio 2 aqui no Brasil, fui no cinema assistir o tão esperado filme. Na verdade não era tão esperado assim, só tinha filme dublado no cinema e animação eu curto ver dublado, então foi esse mesmo. LOL BRINCADEIRA GENTE.
Mas tenho que admitir que se Need for Speed fosse legendado, Rio 2 não teria sido a primeira opção.

O bom de tudo é que o filme não me deixou desapontada. Seria triste sair do cinema sem ter gostado do filme. No final acabei feliz por ter só filme dublado no cinema pra eu poder ver Rio 2. Claro que nem tudo são rosas, então vou desenvolver um pouco mais minha opinião aqui e falar os altos e baixos do filme.

Porque assistir:


Eles souberam ganhar o público logo no começo, é o que eu penso. A música de abertura do filme é simplesmente CONTAGIANTE, eu que tenho ~algo~ com a música tive vontade de dar uma dançadinha, fiquei remexendo na cadeira do cinema e me arrepiei com o som (falei que tinha algo com música).

Os personagens do primeiro filme continuam demais nesse e acho que todos eles aparecem em Rio 2. Mas também tem novidades. Nigel está aí novamente, como um semi-vilão e tem dois "parceiros" que me fizeram rir muito. Um deles é a Gabi, uma rã (eu ODEIO sapos/rãs/etc, tenho fobia mesmo, mas AMEI a Gabi LOL) que é apaixonada pelo Nigel. Aham, uma rã e uma cacatua. Quem dubla a Gabi no original é a atriz de musical Kristin Chenoweth e eu consegui ver a atriz incorporada na rãzinha, mesmo vendo o filme dublado, adorei, sério mesmo.

Os filhos do Blu e da Jade são uma fofice e todos juntos são uma família feliz. <3 p="">



É engraçado, houve partes que eu realmente GARGALHEI e isso é difícil, viu.

Voltando pro ponto da música, capricharam nesse filme, a música Beautiful Creatures (Você Chegou em português) é tão gostosa de ouvir, cheguei a baixar a trilha sonora, que tem Bruno Mars, Janelle Monaé, Jamie Foxx, Anne Hathaway e Carlinhos Brown (lol).


Os personagens são cativantes, os filhos do Blu e da Jade são uns fofos.

As maravilhas do Brasil, principalmente a Amazônia. Vi algumas críticas de algumas pessoas dizendo que o filme mostra apenas o lado bonito do Brasil, que tudo se resolve aqui e blablá, gente, eu discordo. Mesmo que mostrasse as belezas do Brasil, eu não vejo o mal nisso. O Brasil é sim um lugar com belezas inigualáveis e uma natureza maravilhosa, se o filme quis mostrar isso eu só consigo dar meu apoio. Afinal, não somos nós que reclamamos quando algum filme/série/personagem trata o Brasil como um local onde só tem coisa ruim? Onde se fala espanhol? Onde se tem mais animal do que gente? Se NÓS não nos valorizarmos, quem vai? Por isso digo que o diretor Carlos Saldanha fez um ótimo trabalho em mostrar que o Brasil é muito mais do que os gringos conseguem ver e falar de nós.

Traz uma mensagem bem legal sobre preservação ambiental. (Quem nem o primeiro, né)



Porque NÃO assistir:


Convenhamos que o filme é um grande clichê, [SPOILER] o genro que precisa agradar o sogrão que não gosta dele, o outro "cara" que parece querer a mulher do genro e é super fodão, além do fato de que no final o genro prova ser uma pessoa maravilhosa e digna da filha do sogro [/SPOILER]. YEAP! Pretty much clichê. Se não quiser um, não precisa ver o filme, viu?

Blu é um bobão. Tudo bem, ele é um pássaro criado em casa e tudo o mais, mas eles o fazem tão bobinho que dá vergonha alheia de ver algumas cenas dele.

Se você não gosta de musicais, melhor não chegar perto. Sim, filmes infantis geralmente tem músicas caso você não saiba.

É previsível demais. Eu tava adivinhando o filme antes do final. Mas isso aconteceu com Frozen também, que é um filme maravilhoso, então eu deixo pra lá.


OBS.: Esses meus pontos de porque não assistir foram um fracasso, já que eu realmente não deixaria de assistir por esses pontos. Haha

O filme é muito legal, pessoal. Assistam e curtam os batuques!


Links interessantes:




Beijos, 






3ª Turnê Intrínseca - Florianópolis

abril 03, 2014 4 comentários



Semana passada, no dia 26 de março, ocorreu aqui em Florianópolis a Terceira Turnê da Intrínseca. Apesar de ter sido a terceira, foi a minha primeira vez e adorei! Fico triste em pensar que não fui nas outras duas, acho que a Intrínseca deveria divulgar mais esse tipo de evento, porque das outras vezes nem fiquei sabendo. :/

Enfim, vamos ao que teve. Eu não tive a oportunidade de conversar com outras pessoas, mas fui com mais 3 amigas e uma prima pra esse evento. Nós recebemos pulseiras que continham números para participar do sorteio de vários livros no final do evento. Infelizmente não ganhei nenhum, mas uma das minhas amigas ganhou o Destrua Esse Diário (que já tenho). Estava bem cheio até, considerando que a livraria não é tão grande, várias pessoas ficaram em pé.



Nesse evento, uma representante da editora veio nos falar dos próximos lançamentos e dos livros que fizeram e estão fazendo sucesso hoje em dia. Foi muito legal receber algumas sinopses e detalhes sobre os livros apresentados.

Antes do sorteio, foi aberta uma sessão de perguntas e dúvidas. Não houveram muitas, mas perguntei sobre o campo de Design e Diagramação da Editora e fiquei um pouco triste em saber que na verdade é tudo terceirizado e eu como designer não trabalharia diretamente na editora caso eu quisesse uma vaga de diagramadora e designer lá. Eu quero trabalhar com isso, mas prefiro editoras ao invés de revistas, então me deixou meio triste, porém gostei de ser informada sobre isso. Haha

Itens pro sorteio


No final, ganhamos uma maletinha com vários brindes da Turnê desse ano, foi algo muito legal de se ganhar, até porque os que não foram sorteados não saíram de lá sem nada. Além de que na Livraria Catarinense oned estava sendo realizado o Encontro, todos os livros da Intrínseca estavam com 20% de desconto. 


Eu e minhas amigas saímos de lá felizes com nossas malinhas, esperamos ansiosamente para o próximo evento e aproveito pra deixar meus parabéns à Editora Intrínseca por essa iniciativa de estar mais próxima de seus leitores. :)


Vocês podem conferir algumas fotos do evento aqui e acompanhar fotos com a tag #turneintrinseca no mural


Beijos, 





 
Desenvolvido por Michelly Melo.